Ezute apresentará um modelo inovador para a estruturação de concessões e Parcerias Público-Privadas; modelo promove o apoio ao poder público em todas as etapas do ciclo de vida dos empreendimentos, trazendo uma eficiência muito maior que o PMI

Nesta 3ª e 4ª (17 e 18 de setembro), São Paulo sediará o Connected Smart Cities e Mobility, as mais importantes iniciativas de cidades inteligentes e mobilidade do país, respectivamente.

Os eventos contemplam exposição de produtos, serviços e soluções para cidades inteligentes, destacando os lançamentos e tendências, por exemplo, para mobilidade – contemplando os vários modais, iluminação; geotecnologias e drones, Tech Lounge com realidade virtual, arena drones, entre outras inovações e tendências que estão sendo implementadas mundialmente.

A Fundação Ezute apresentará no Connected Smart Cities 2019 um modelo inovador para a estruturação de concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs), alternativo ao Procedimento de Manifestação de Interesse – PMI. Nesse modelo, a Ezute assume, por meio de chamamentos públicos, a captação de recursos financeiros privados a título de doação com encargo, e estrutura os projetos, sem custos para a administração pública, por meio de acordos de cooperação.

 “O objetivo da Ezute no evento onde estão presentes representantes do setor público e privado é atrair mais municípios para esse modelo, que já está funcionando na área de Saneamento Básico, em cidades dos estados do Piauí e Santa Catarina”, explica o diretor de inovação e PPPs da Fundação Ezute, Thomas Strasser.

A Fundação visa também a captação de recursos de outras empresas para ganhar escala nesse modelo e atender outros municípios, consórcios intermunicipais e estados em todo o país, além de replicar este modelo para quaisquer outros segmentos da infraestrutura.  

Painel Ezute

 No dia 18 de setembro, às 14h, o diretor de inovação e PPPs da Fundação Ezute, Thomas Strasser apresentará um painel exclusivo sobre o novo modelo para a estruturação de concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs). O público poderá obter informações aprofundadas sobre o assunto e tirar dúvidas.

 Bons negócios

 Segundo a idealizadora das plataformas e diretora executiva da Sator, Paula Faria, nos dois dias, os evento deverão reunir, em um espaço de mais de sete mil m², mais de três mil participantes, 150 palestrantes nacionais e internacionais, 90 painéis em 12 palcos simultâneos- em formato totalmente inovador, além da presença de cerca de 300 prefeituras e mais de 500 empresas.

A diretora executiva da Sator cita, ainda, que a plataforma Connected Smart Cities é a iniciativa de cidade inteligentes, no Brasil, que mais gera negócios para esse segmento. “Por meio das Rodadas de Negócios, que utilizam sistema de agendamento totalmente digital e interativo, para agendamento entre os participantes, as empresas, entidades e governos têm acesso as oportunidades nos diversos segmentos. Nesse sentido, devemos realizar esse ano mais de 600 Rodadas, superando a edição anterior”, conclui Paula Faria.

O Connected Smart Cities é composto pelos eixos temáticos: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia, e reunirá os diversos agentes relacionados aos governos, empresas e entidades nacionais e internacionais.

Com foco na mobilidade do Brasil, o Connected Smart Mobility trará uma Agenda Estratégica e, nesse sentido, a programação do evento contempla os temas: mobilidade para as pessoas, mobilidade ativa, mobilidade compartilhada, veículos elétricos, análise de dados, conectividade & integração e tendências.

Serviço

Connected Smart Cities e Mobility
Data:
17 e 18 de setembro de 2019

Local: Centro de Convenções Frei Caneca, Rua Frei Caneca, 569, Consolação, São Paulo/SP