Nossa História

Acesse aqui o livro “FUNDAÇÃO EZUTE NA ERA DA SOBERANIA”

Há 20 anos, contribuímos para o desenvolvimento e a soberania do Brasil. Nossa trajetória é marcada por uma atuação única e diferenciada dentro das fronteiras nacionais, oferecendo soluções inovadoras, de tecnologia e gestão para os desafios e problemas enfrentados por organizações públicas brasileiras. Ao longo de nossa história, contamos com mais de uma centena de projetos realizados em todas as esferas governamentais e organizações privadas nacionais e internacionais.

Começamos em 1997 com uma missão extremamente importante para a segurança e soberania do país – fomos designados pelo Governo Federal para ser a instituição integradora do projeto SIVAM/SIPAM (Sistema de Vigilância da Amazônia/Sistema de Proteção da Amazônia). Mesmo com pouco tempo de existência, fomos novamente escolhidos para outro grande desafio: ser a parceira da Força Aérea Brasileira (FAB) para absorção de tecnologia em sistemas de controle de tráfego aéreo.

O resultado disso? O Brasil conquistou, rapidamente, o domínio de todo o ciclo do conhecimento dessa solução, abrangendo desde o desenvolvimento até a modernização de sistemas complexos para o controle e a defesa do espaço aéreo brasileiro.

Com uma equipe extremamente qualificada e contando com a expertise na área de Defesa, conquistamos importantes projetos junto ao Exército e à Marinha, atuando em programas estratégicos como a  concepção de projetos para vigilância das fronteiras nacionais:  o atual  SISFRON (Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras) e o SisGAAz (Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul); na gestão complementar e engenharia de sistemas do MAN-SUP (Projeto de Míssil Antinavio); e no programa de absorção de tecnologia do sistema de combate de submarinos do PROSUB (Programa de Desenvolvimento de Submarinos).

Fomos responsáveis, também, pelo desenvolvimento do Bilhete Único, que integra todo o transporte público da cidade de São Paulo, e pelo SIGA Saúde, o maior sistema de gestão da saúde pública do país, para a capital paulista. Acumulamos, ainda, experiência em projetos como o de simulador de treinamento para a Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, além de uma plataforma tecnológica de simulação de cenários complexos, e sistemas de gestão para empresas de energia. Todo esse histórico de sucesso nos credenciou como organização parceira do Ministério do Esporte na gestão das obras do Parque Olímpico na Rio 2016.

LINHA DO TEMPO

1997

  • Criada a Fundação Atech (antigo nome da Fundação Ezute)
  • Conceituação do Sistema de Vigilância da Amazônia – SIVAM
  • Desenvolvimento de Sistemas para Tráfego Aéreo e Defesa Aérea

1998

  • Sistema para gestão de ocorrências da AES Eletropaulo
  • Agenda 21 – Plano de Ação Ambiental das Nações Unidas/Agricultura Sustentável

1999

  • Sistema de Controle de Aproximação (APP) de São Pedro da Aldeia (RJ)
    Tráfego Aéreo: modernização dos CINDACTAS (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo)
  • Conceituação do software Syncromax para o CGNA (Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea do Brasil)

2000

  • Implantação do SIVAM em Manaus (AM)
  • Modernização tecnológica da Polícia Federal – Pró-Amazônia/Promotec
    Integração de dados da Força Aérea Brasileira (FAB)/Marinha – sala de crise do Ministério da Defesa

2001

  • Certificação de Qualidade NBR ISO 9001
  • Atuação no setor espacial com a participação no Satélite Geoestacionário Brasileiro (SGB)
  • Plataforma Multimissão para o projeto de plataformas de satélites

2002

  • Reconhecida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia como ICT (Instituição de Ciência e Tecnologia)
  • Busca de oportunidades fora do setor de defesa com uso dual das soluções

2003

  • Bilhete Único – Sistema de Bilheteria Eletrônica (município de São Paulo)
  • Absorção de tecnologia e mapeamento do subsolo para ANP (Agência Nacional do Petróleo)
  • SIGA Saúde na cidade de São Paulo

2004

  • Planejamento e Análise de Guerra Eletrônica
  • Incubadora de inovação

2005

  • Projeto P3: absorção de tecnologia embarcada para aviões de patrulha marítima

2006

  • Sistema Tático de Combate de Submarinos
  • Novos contratos com a FAB em função da crise aérea
  • Duplicação da capacidade produtiva da organização

2007

  • Idealização de um projeto de vigilância para fronteiras – atual SISFRON

2008

  • SIGA Saúde em Diadema
  • Sistema Integrado de Gestão e Análise de Programas da Secretaria de Esportes de São Paulo
  • Programa de modernização tecnológica da Câmara Municipal de São Paulo
  • Sistema de Controle de Produtos Químicos para o Ministério da Justiça

2010

  • MAN-SUP
  • Participação em offsets para absorção de tecnologia

2011

  • SisGAAz e PROSUB
  • Sistema de Gestão de Outorgas do Estado de São Paulo

2012

  • Jogos Olímpicos Rio 2016 (Ministério do Esporte) – Gestão Integrada,   Atendimento aos Órgãos de Controle e Suporte à Tomada de Decisão

2013

  • Mudança de nome de Fundação Atech para Fundação Ezute
  • Simulador de treinamento para Usina Hidrelétrica
  • Projeto Integrado de Informações da SABESP

2014

  • Credenciamento como Empresa Estratégica de Defesa (EED)
  • Obtenção do primeiro reconhecimento de Produto Estratégico de Defesa (PED), concedido pelo Ministério da Defesa – “Concepção de Sistemas de Sistemas”, empregado no Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz) da Marinha do Brasil.

2015

  • Apoio ao Mapeamento Digital do Estado de Tocantins
  • Projeto preliminar do Sistema de Combate do Submarino Nuclear

2016

  • Eduardo Marson Ferreira assume a presidência e Tarcísio Takashi Muta, que presidia a Fundação desde sua criação, passa a se dedicar à presidência do Conselho de Administração
  • Mapeamento Digital do município de São Paulo
  • Torna-se filiada ao INCOSE (International Council on Systems Engineering), passando a ser a primeira organização nacional a integrar tal entidade.

2017

  • Assinatura de Aditivo ao contrato assinado em 2011 com a DCNS (Naval Group), contemplando nova etapa de treinamentos da equipe da Fundação Ezute, realizada na França, como parte do programa de transferência de conhecimento e tecnologia do Sistema de Combate do Submarino Brasileiro (S-BR), dentro do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB).
  • Assinatura de contrato com a Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral do Paraná para desenvolvimento e implantação do novo Sistema de Informações para Gestão Ambiental e de Recursos Hídricos do estado (SIGARH).
  • Termo de Cooperação Técnico-Científica com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio): atuação conjunta em programas e projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, no intercâmbio de informações técnicas e científicas, em programas de capacitação de pessoal e na realização de cursos e conferências.

2018

  • Termo de Cooperação Técnico-Científica com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA): primeiro projeto foi um estudo relacionado ao desempenho aerodinâmico de um míssil transônico.
  • Lançamento de editais para captação de recursos, a título de doação com encargo,  a serem empregados na estruturação e desenvolvimento de estudos de modelagem para projetos de Parceria Público Privada (PPP) e/ou concessão.
  • Assinatura de contrato com o Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS): prestação de serviços técnicos especializados para implantação de um novo modelo de governança e gestão integrada, estruturação e melhorias dos processos de trabalho do Tribunal.
  • Certificação do Sistema de Gestão Antissuborno da Fundação Ezute (sede São Paulo) de acordo com a Norma ABNT NBR ISO 370001:2017.
  • Eduardo Marson passa a presidir o Conselho Consultivo Estratégico da Fundação Ezute; Tarcísio Takashi Muta reassume a presidência da organização.
  • Assinatura de Contrato com a Fundação Agência das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ): desenvolvimento e implantação do projeto de modernização e otimização do sistema de cadastro de usuários e cálculo de cobrança da Agência.

2019

  • Delfim Ossamu Miyamaru se torna o novo presidente da Fundação Ezute. Tarcísio Takashi Muta assume a presidência do Conselho de Administração.
  • Lançamento do livro “Fundação Ezute na Era da Soberania”.
  • Contrato de assessoria técnica para estruturação do projeto de Parceria Público Privada (PPP) para implantação de um sistema de iluminação pública mais moderno e eficiente no município de Timbó (SC).
  • Acordo entre a Fundação e a Superintendência de Parcerias e Concessões do Estado do Piauí (SUPARC) para estabelecer a cooperação técnica para estruturação e desenvolvimento de estudos de modelagem do projeto de concessão ou parceria público privada (PPP) em saneamento no Município de Floriano, no interior do estado do Piauí.
  • Acordo com o Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI) para estabelecer cooperação técnica para estruturação e desenvolvimento de estudos de modelagem para projetos de concessão ou parceria público privada (PPP) em saneamento nos Municípios de Benedito Novo, Doutor Pedrinho, Pomerode e Timbó.