Hidrelétrica Santo Antônio inaugura simulador inédito desenvolvido pela Fundação Ezute

25/01/2016
No dia 26 de novembro, a Fundação Ezute participou da inauguração do simulador desenvolvido para a Hidrelétrica Santo Antônio. O sistema inédito foi instalado no Centro de Qualificação Operacional Santo Antônio, em Porto Velho (RO), e é resultado de um projeto de pesquisa e desenvolvimento do programa de P&D da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). Participaram da inauguração, representando a Fundação Ezute, o diretor de Mercado P&D Inovação Antônio Pedro Timoszczuk, a gerente do projeto Patrícia Dantas Mastelli, o coordenador técnico Leonardo Brodbeck Chaves e o arquiteto de informação Luciano Augusto Fernandes Carvalho.

O simulador desenvolvido pela Fundação Ezute será utilizado na capacitação dos operadores da Hidrelétrica Santo Antônio, complementando o processo de certificação da equipe. Neste sistema virtual, os operadores serão treinados para enfrentar cenários raros e manobras que, depois, poderão vir a serem realizadas, de fato, durante as rotinas de trabalho. Como consequência, espera-se abreviar o tempo que um operador leva para atingir a maturidade operacional.

“A utilização intensiva do simulador configurará um avanço considerável no treinamento dos operadores, tanto no aspecto psicológico quanto no técnico. Por meio do treinamento imersivo em simulador, o operador terá familiaridade com os cenários operacionais mais relevantes da usina, sem necessidade de vivenciá-los no mundo real”, destaca o diretor de Mercado P&D Inovação da Fundação Ezute, Antônio Pedro.

Vale destacar que o simulador desenvolvido pela Fundação Ezute opera em uma usina hidrelétrica “a fio d’água”, ou seja, que não conta com o acúmulo de água em imensos reservatórios. Esse tipo de usina foi implantado em Santo Antônio devido às características locais, que contam com um elevado volume de água da região amazônica. Esse tipo de usina tem como desvantagem a dependência dos “humores” da natureza, podendo ter seu fluxo de água reduzido em longos períodos de estiagem, resultando em menor geração de energia.