UHE Santo Antônio ganha simulador de sistema e operação

30/11/2015

Desenvolvido pela Fundação Ezute por meio do programa de P&D da Aneel, equipamento apresenta cenários para treinamento e capacitação

Da Agência CanalEnergia, PeD e Tecnologia
30/11/2015

A Fundação Ezute participou da inauguração do simulador desenvolvido especialmente para a UHE Santo Antônio (RO – 3.568 MW), na última quinta-feira, 26 de novembro. O equipamento foi instalado no Centro de Qualificação Operacional Santo Antônio, em Porto Velho (RO) e é resultado de um projeto do programa de pesquisa e desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica. O simulador desenvolvido pela fundação será utilizado na capacitação dos operadores da usina, complementando o processo de certificação da equipe. Com o equipamento será possível construir um ambiente virtual dinâmico e imersivo, possibilitando a execução de manobras da hidrelétrica, em um ambiente idêntico ao real.

O equipamento também permite simular todo o sistema elétrico ao qual a hidrelétrica está conectada. Na prática e de maneira bastante eficiente, o simulador apresenta ao operador em treinamento, cenários de contingências operacionais que poderão, algum dia, serem efetivamente enfrentados pelos operadores. Como consequência, espera-se abreviar o tempo que um operador leva para atingir a maturidade operacional. Para o diretor de Mercado, P&D e Inovação da Fundação Ezute, Antônio Pedro, a utilização intensiva do simulador configurará um avanço considerável no treinamento dos operadores, tanto no aspecto psicológico quanto no técnico. Por meio do treinamento imersivo em simulador, o operador terá familiaridade com os cenários operacionais mais relevantes da usina, sem necessidade de vivenciá-los no mundo real.

O simulador é um avançado sistema computacional que reproduz virtualmente o funcionamento dos equipamentos principais e auxiliares da Hidrelétrica Santo Antônio. Ele mantém, todas as características operacionais, fazendo interface gráfica com o operador no Sistema Digital de Supervisão e Controle. Com o simulador, será possível aplicar metodologias semelhantes às utilizadas nas usinas nucleares. A tecnologia permite a garantia não apenas o funcionamento da hidrelétrica, mas também da segurança das pessoas e dos equipamentos, padronizando técnicas operacionais que passam a fazer parte dos procedimentos.